Lances de agora no Chorinhos e Chorões


Fico com o texto do Zema Ribeiro em seu blog, que fala com leveza, precisão e sensibilidade de um dos maiores gênios da composição popular brasileira, o nosso Chico Maranhão.

Para homenagear a Rádio Universidade FM, pela passagem dos seus 24 anos de existência musical, escolhi este símbolo da nossa música e um de seus mais notáveis e chorísticos trabalhos, o lp “Lances de agora”, gravado em 1978, na igreja do Desterro, pela Discos Marcus Pereira, disponibilizado esta semana para download no blog Música Maranhense.

Trata-se de um trabalho verdadeiro, com o fino da criação do grande Chico Maranhão. Clássicos inesquecíveis desse mestre da nossa composição.

Além do quê, é todo acompanhado pelo regional Tira Teima, em uma de suas primeiras formações. Paulo Trabulsi com apenas 17 anos, detonando no cavaquinho, um achado; e ainda tendo como integrantes deste regional, nomes como Ubiratan Souza, Antônio Vieira, Arlindo Carvalho e Sergio Habibe, dentre outros.

Mais uma prova inconteste de como o choro sempre foi uma vertente, uma linguagem musical há muito presente, estruturante na música do Maranhão. Isso tanto enquanto linguagem, elemento musical presente em vários de nossos compositores, como no próprio Chico, Cesar Teixeira, Saldanha, mestre Vieira, Josias, enfim, como também enquanto formação instrumental básica, violão, cavaquinho, bandolim, flauta, pandeiro, timba, clarinete, etc.

Neste domingo, 24 de novembro, pelos 24 anos da Rádio Universidade FM, o Chorinhos e Chorões presta dupla homenagem, à Rádio e a Chico Maranhão, rememorando o seu eterno “Lances de agora”. Leia mais sobre este lp histórico no blog do Zema Ribeiro .

Abaixo uma outra singela homenagem que fiz ao poeta compositor Chico Maranhão há alguns poucos anos, uns versos. Não chega a poema.

Eita Chico

Esses lances de agora
Que bem antes o Chico aprontou
Me fazem rir de tristeza
Me fazem chorar de alegria
Eita Chico danado de bom
Eita Chico filho de Viveiros
Esse Chico é Fuzzeti é Francisco
Onde mora a navalha amolada
Onde mora a ternura em pessoa
Vem menino da Ilha cantar
Vem cantar “besteirinhas” pra alma
Vem menino traquino da rua
Vem dizer as verdades mais cruas
Eita Chico danado de bom
Eita Chico filho de Viveiros
Esse Chico é Francisco é Fuzzeti
Vai dormir na porta do Teatro
Vai chorar pelo sonho rosado
Vem menino da Ilha cantar
Vem cantar “besteirinhas” pra alma
Vem menino traquino da rua
Vem dizer as verdades mais cruas
Eita Chico menino danado
Vai beber um trago de tiquira
Vem fazer o teu samba chorado
Encontrar o teu ponto de fuga
Reaver o teu sonho roubado.
Esse Chico é Maranhão
Esse Chico é do Maranhão
Eita Chico Maranhão

Anúncios

2 Respostas para “Lances de agora no Chorinhos e Chorões

  1. não chega a poema? é capaz de dar música. aliás, é música, rapá! abraço!

  2. amigo não vale. é suspeito pra falar.
    abs
    ricarte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s