O Urubu Malandro recebe Milla Camões no Clube do Choro.


Essa era a formação original do grupo Urubu Malandro


No 7 cordas, o mestre Domingos Santos, o homem de Miritiba


No trombone de vara, o pequeno gigante Osmar do Trombone, de
Cajarí para o mundo. O homem das muitas gerações


No surdo e voz, o mestre saudoso Antônio Vieira, uma saudade


No cavaquinho, o tricolor Juca do Cavaco, o adjetivável


Na flauta, o inventivo João Neto, o coringa

Na percussão, mestre Arlindo Carvalho, o polivalente.

Essa, com exceção do Mestre Vieira, que já partiu, mas acrescido do jovem Caio Carvalho, ao lado do pai Arlindo na percussão, é a rapaziada que recebe a excelente Milla Camões, neste sábado no Clube do Choro.

Juntar um grupo de bambas instrumentistas como esse à voz e ao talento formidável de Milla Camões, é de fato um prato sonoro raro, oferecido aos mais exigentes paladares musicais.
Bom apetite!

[crédito fotos: Pedro Araújo]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s