CONVERSA PRA DOIS (ou Samba de Lapada)

mocinha que veio do rio
até que você é bela
mas não me convence não
no bom samba amarela
se encara a multidão

e você meu bom rapaz
(de inspiração bandida)
não me venha com mutreta
me vender samba da lapa
com cantora de opereta

tudo bem menina branca
você até que é caprichosa
nasceu no berço de bamba
seja então mais generosa
eu te peço por “favor”
não ignore meu samba

ouça aqui cabôco fino
todo metido à bacana
escute o samba do Vieira
o do Cristóvão no vinil
use o Rayban de Teixeira
e dê Alô pro Brasil

me perdoem a franqueza
deste incipiente sambista
em respeito à Noel
ao bom malandro Batista
que no samba foram à fundo
o nobre Josias me ensina
eu não tiro o chapéu
pra sambinha vagabundo.

São Luís, 5 de junho de 2008.
ricarte almeida santos

Anúncios

Uma resposta para “CONVERSA PRA DOIS (ou Samba de Lapada)

  1. finíssimo, ricarte. grande abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s